Projeto de Lei que regula horário de eventos com música ou outras emissões de sons é aprovado – Câmara Municipal de Vinhedo
Câmara Municipal de Vinhedo

Projeto de Lei que regula horário de eventos com música ou outras emissões de sons é aprovado

200309_128_Sessao_Ordinaria (19)

Durante a 128ª Sessão Ordinária, realizada nessa segunda-feira, 09, a Câmara aprovou em segunda e última votação o projeto de Lei nº 68/2019, que altera regramento para realização de eventos e atividades culturais, esportivas, religiosas e de lazer com execução de músicas ou emissão de ruídos e efeitos sonoros em parques, praças e espaços públicos do município, ampliando o horário para a realização às sextas e sábados até as 23 horas.

Em sua 1ª votação e discussão a matéria foi aprovada por nove votos a três, recebendo as negativas dos vereadores Edson PC (PDT), Sandro Rebecca (PDT) e Valdir Barreto (PSOL), e o placar se repetiu na noite dessa segunda.

A propositura limita a realização de qualquer evento ou atividade que tenha música ao vivo, música mecânica em alto volume ou emissão de ruídos constantes em volume elevado, das 08h00 às 22h00 de segunda à quinta-feira e aos domingos, e das 08h00 às 23h00 às sextas e sábados, essa última a principal alteração trazida pelo projeto à legislação vigente em Vinhedo, que limitava também às 22h00 os eventos com efeitos sonoros realizados aos finais de semana.

Quem desrespeitar os novos horários fica sujeito à multa de 20 unidades fiscais do Município de Vinhedo (UFM/V), porém com tolerância máxima de 30 minutos em relação aos horários estabelecidos.

 

Expediente

Na pauta do expediente foram apresentados três requerimentos, oito moções e 26 indicações.

 

Explicação Pessoal

Carlos Florentino (PV) abriu os discursos da noite dando sua opinião sobre a suspensão da realização da 58ª Festa da Uva e 10ª Festa do Vinho de Vinhedo por decisão da 2ª Vara da Comarca da cidade, motivada pelo fato de sócio igualitário da empresa contratada para realizar o evento ter sido condenado judicialmente e inscrito no Cadastro Nacional de Condenações Cíveis por Ato de Improbidade Administrativa e Inelegibilidade, o que impede a empresa de celebrar contrato com o poder público. “Teremos Festa da Uva ou não teremos? Penso que a população não pode pagar pelo erro de alguns. Pessoas locaram espaços para fazer suas vendas na Festa, produtores de uva e vinho se prepararam ao longo do ano para o evento e artistas reservaram sua agenda para se apresentar. A Prefeitura tem que se virar ao máximo para que haja a Festa, e que sejam punidos os culpados pela irregularidade, não a população”.

Ana Genezini (MDB) respondeu à imprensa local sobre os boatos de que supostamente havia sido convidada a se retirar do partido. “A imprensa de Vinhedo disse que fui convidada a me retirar do partido por supostamente ter mudado de lado após as eleições, porém não recebi nenhum convite, se assim fosse não esperaria a janela para eventual troca de partido. Com relação à citada mudança de lado, é preciso lembrar que logo após as eleições, em reunião realizada na minha casa o partido, o MDB de Vinhedo, decidiu o apoio ao governo, tanto é que a atual administração municipal teve secretários do MDB. A decisão de apoiar o governo Jaime Cruz logo após as eleições foi uma decisão de todos, do presidente e dos membros do MDB de Vinhedo”.

A celebração do Dia Internacional da Mulher, nesse domingo, dia 08, levou o vereador Valdir Barreto a pedir reflexão quanto à importância da igualdade de gênero. “Se houvesse igualdade no Brasil hoje teríamos na Câmara a mesma quantidade de homens e mulheres. Faltam mulheres na política pública por diversos fatores, como o fato de 80% dos afazeres domésticos serem realizado por mulheres, que conciliam esse trabalho com seu trabalho fora de casa, faltando assim tempo para participar da política do país, o que não é justo. No último Ranking Internacional de Desigualdade de Gênero, realizado em 2018, o Brasil ficou em 22º dentre os 25 países da América Latina, e ainda é o 5º país com maior taxa de feminicídio no mundo, reflexos da desigualdade”.

O vice-presidente da Câmara, vereador Sandro Rebecca, apresentou o tema da Campanha da Fraternidade de 2020 e relacionou a diferença social no país e na cidade à falta de políticas públicas. “O tema da Campanha da Fraternidade para 2020 ‘Viu, sentiu compaixão e cuidou dele’, inspirado nas ações do Papa Francisco e da Irmã Dulce. Quando pensamos na diferença, o resultado disso é a falta de políticas públicas. Precisamos fazer uma análise de quantos desempregados temos em Vinhedo, o crescente aumento de pessoas desoladas, da miséria e de casos de suicídios, tudo fruto da diferença social. Mais uma vez trago o tema da Campanha da Fraternidade para que reflitamos sobre a diferença social. A própria CNBB nos diz que a economia que não olha pelas outras pessoas é a própria responsável por essa diferença. Devemos pensar o Plano Diretor da cidade olhando para o macro, para o que acontece no Brasil e no mundo e entender o que pode ser implantado aqui no combate à diferença social”.

Rui “Macaxeira” (PSB) afirmou querer ouvir os gestores da Santa Casa para entender a real situação financeira da entidade. “Preocupo-me muito quando falam da Santa Casa, pois é uma entidade fundamental para a nossa cidade. Quero primeiro ouvir os gestores do hospital, para entender a real situação e depois dar minha opinião. Quando era da Comissão de Saúde a municipalidade bancava a folha salarial da Santa Casa, e depois passou a pagar apenas pelo serviço, então muita coisa mudou”.

Dois pedidos de melhorias foram apresentados por Rubens Nunes (MDB) durante sua fala. “Há urgência para a manutenção da escadaria do Jardim Miriam, e espero que a secretaria responsável adote as medidas cabíveis o quanto antes. A Praça do Jardim Três Irmãos também precisa passar por manutenções imediatas, e agora não há mais chuva que impeça a realização desse trabalho”.

A suspensão da Festa da Uva foi um dos destaques de Paulinho Palmeira (PV). “Todo ano temos a mesma situação em relação à Festa da Uva. A festa mudou sua forma de organização, formato, e ainda assim continuarão encontrando problemas. Não culpo quem tomou as iniciativas para o imbróglio judicial, porém entendo que em nível local o problema poderia ser esclarecido com conversas. Eventual irregularidade deve ser investigada, mas do modo como foi tratado a impressão que temos é que querem derrubar o evento”.

Nil Ramos (PSDB) convidou a população a participar das pré-conferências dos Direitos das Pessoas com Deficiência. “As pré-conferências dão diretrizes à Conferência dos Direitos das Pessoas com Deficiência que teremos em breve. Convido àqueles que têm ideias, sugestões de políticas públicas voltadas às pessoas com deficiência, que participem das próximas pré-conferências, que serão realizadas nos dias 11, na E.M. Prof. Ricardo Junco, dia 18, no plenário da Câmara Municipal, e também da Conferência em si, que será realizada dia 08 de abril no Centro de Convivência, e onde serão votadas todas as ideias apresentadas nas pré-conferências”.

A realização do Desfile de Cavaleiros no último final de semana foi um dos assuntos abordados por Marcos Ferraz (PSB). “Nesse final de semana tivemos a realização de mais um Desfile de Cavaleiros, e agradeço especialmente duas comitivas de Vinhedo que participaram do evento, contribuindo com 100 quilos de alimentos para o Fundo Social de Solidariedade. Desde o ano em que não tivemos Festa da Uva, em 2017, o Desfile de Cavaleiro passou a ser realizado de forma independente, dentro do Parque Municipal Jayme Ferragut. Essa foi a quarta edição nesse novo formato, e como de costume, desde a mudança, não tivemos o registro de nenhum problema”.

Geraldinho Cangussú (PV) agradeceu a Prefeitura pela realização de uma força tarefa para tapar os buracos na cidade. “Nos últimos dias a Prefeitura realizou a operação tapa buracos, um pedido de muitos vereadores, e, portanto, precisamos agradecer. Cumprimento a municipalidade pela atenção à causa e peço à população que siga nos informando sobre ruas que precisam dessa melhoria para que possamos intermediar”.

O presidente da Câmara, vereador Edu Gelmi (MDB), expôs sua opinião sobre a suspensão da realização da 58ª Festa da Uva. “Esperamos que esse imbróglio jurídico seja resolvido. Um dos sócios da empresa contratada foi condenado, e realmente a legislação impede que em casos de sócios igualitários a empresa possa contratar com o poder público. A festa já foi anunciada, e esse eventual cancelamento realmente afeta a nossa comunidade, os artesãos, os produtores e artistas locais. Nós queremos ter a festa, mas isso deve acontecer de forma legal, e cabe à Prefeitura resolver essa situação. Deve haver um plano A e um plano B, logo, caso realmente não haja festa, a municipalidade deve pensar em alguma alternativa”.

Finalmente, Edson PC também comentou sobre a Festa da Uva. “Comentaram aqui que a Prefeitura não gastou nada com a Festa da Uva e pergunto se outros vereadores sabiam que a empresa contratada teve problemas com o Tribunal de Contas. O papel do vereador é fiscalizar. Reforço aqui que não tenho nada contra a Festa, mas sim contra a corrupção. Não podemos aceitar que uma pessoa condenada por corrupção entregue o envelope e assine a ata na licitação para contratação de empresa para realização da Festa da Uva, uma pessoa inscrita no Cadastro Nacional de Condenações Cíveis por Ato de Improbidade Administrativa e Inelegibilidade, impedida de contratar com o poder público por 10 anos”.

 


Fonte: Comunicação Institucional CMV.

Enviar comentário

Últimas Notícias

Câmara suspende realização de sessões ordinárias e prazo de tramitação como medida de segurança em face da pandemia de coronavírusleia mais

Câmara acompanha parecer do Tribunal de Contas do Estado e reprova contas da Prefeitura referente ao exercício de 2016leia mais

Edu Gelmi solicita ação de desinfecção de ruas e espaços públicosleia mais

Em lembrança ao Dia Internacional da Síndrome de Down, Sandro Rebecca pede adoção de políticas efetivas de inclusãoleia mais

Flávia Bitar esclarece que não há relação de contágio do COVID-19 entre animais e humanosleia mais

Av. Dois de Abril, 78 - Centro -
Vinhedo/SP - CEP 13280-077


(19) 3826-7700


imprensa@camaravinhedo.sp.gov.br

Input Center Tecnologia