Sandro Rebecca comenta alterações propostas por 28 emendas ao Plano de Mobilidade Urbana – Câmara Municipal de Vinhedo
Câmara Municipal de Vinhedo

Sandro Rebecca comenta alterações propostas por 28 emendas ao Plano de Mobilidade Urbana

SR

Nessa segunda-feira, 09, pela 109ª Sessão Ordinária, a Câmara aprovou o projeto de Lei Complementar nº 02/2019, o Plano de Mobilidade Urbana, e 29 emendas, de um total de 32 apresentadas, que alteram dispositivos da propositura.

O vice-presidente da Câmara, vereador Sandro Rebecca (PDT), ao encaminhar a votação das 28 emendas aprovadas que foram votadas englobadamente, comentou sobre as principais alterações inseridas pelas propostas ao Plano de Mobilidade Urbana.

“Das 32 emendas apresentadas ao Plano de Mobilidade Urbana 28 foram votadas englobadamente. Esse número foi alcançado por um consenso, uma vez que parte delas foi elaborada pela Comissão de Desenvolvimento Urbano da Câmara, outras correspondem às propostas apresentadas pelas equipes que vieram discutir o Plano nessa Casa, seja na audiência pública ou em outras reuniões e por fim, algumas emendas dos próprios vereadores”, explicou.

Dentre as principais alterações ao PLC nº 02/2019 apresentadas pelas emendas se destacam:

– as modificações à questão do terminal intermodal;

– a retirada da proposta de interligação da Represa III com o Residencial Canjaranas;

– interligação dos Servidores à Estrada da Boiada;

– exclusão da proposta de construção de nova rodoviária no Distrito Industrial;

– estipulação de raio de 1km para carga e descarga na região Central, e alteração para o turno entre às 19h às 8h;

– implantação de previsão de construção de terminal central quando da futura reestruturação do Centro;

– integração do Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado (PDUI) ao Plano de Mobilidade Urbana;

– exclusão da proposta de criação da Estrada do Córrego do Moinho, que era prevista em área de conservação ambiental;

– utilização do Conselho Municipal de Política Urbana para avaliar o Plano, ao invés da originalmente prevista criação de uma comissão própria, assegurando assim mais participação da população;

– obrigatoriedade de incluir sinalização vertical em faixas de travessia de pedestres;

– ampliação das áreas para estudo de implantação de ciclovias;

– supressão da ligação entre Rua João Batista de Oliveira e Rua Frank Swalles;

– e nova redação na inclusão de informações sobre dimensões das vias.

 “O plano está longe de ser ótimo, é um plano péssimo que nos foi enviado pelo executivo. Mas, democraticamente, quero crer que o trabalho em conjunto, realizado pela população e os vereadores é o mínimo que deveríamos aprovar”, concluiu.

 


Fonte: Gabinete do vereador Sandro Rebecca (PDT)

Últimas Notícias

A Câmara de Vinhedo deseja a todos boas festas!leia mais

Em último ato no ano, Câmara aprova projeto de Lei Complementar para regularização de imóveisleia mais

Edu Gelmi cobra planejamento para fornecimento do uniforme escolar no início do ano letivoleia mais

Novas placas para conscientização quanto ao uso de fogos de artifícios, em defesa ao bem-esta animal, são instaladas em Vinhedoleia mais

Rui “Macaxeira” destaca necessidade de valorização do trabalho e dedicação dos coristas em Vinhedoleia mais

Av. Dois de Abril, 78 - Centro -
Vinhedo/SP - CEP 13280-077


(19) 3826-7700


imprensa@camaravinhedo.sp.gov.br

Input Center Tecnologia