Sandro Rebecca apresenta comparativo sobre consumo de água em Vinhedo e questiona Sanebavi – Câmara Municipal de Vinhedo
Câmara Municipal de Vinhedo

Sandro Rebecca apresenta comparativo sobre consumo de água em Vinhedo e questiona Sanebavi

Autarquia tem afirmado que o desabastecimento é resultado de suposto aumento no consumo de água em 2019

sr

Nessa segunda-feira, 16, pela 110ª Sessão Ordinária, o vice-presidente da Câmara, vereador Sandro Rebecca (PDT), apresentou um levantamento sobre o consumo de água em Vinhedo que rebate a alegação da Sanebavi de que o desabastecimento eventual em alguns bairros é resultado do aumento do consumo de água na cidade em 2019.

O parlamentar utilizou dados da própria Sanebavi e do Centro Integrado de Informações Agrometeorológicas do Estado de São Paulo (CIIAGRO) para fazer o comparativo.

“Fiz um levantamento com base em dados repassados pela Sanebavi para que possamos pensar a questão da água. De 2017 a 2019 tivemos 784 novas ligações de água no nosso município e, mesmo com o aumento de ligações, o consumo não acompanhou este crescimento. Em um comparativo entre 2018 e 2019, temos que o consumo mensal diminuiu em maio, junho e julho e provavelmente seguindo a mesma tendência em agosto. Mas mesmo assim, após apresentar esses dados, a Sanebavi segue afirmando, como uma das causas do desabastecimento, que o consumo aumentou. A conta não fecha”, afirmou o vice-presidente.

De acordo com dados da Sanebavi, o consumo de água, em volume, nos meses de maio, junho e julho de 2018 foi de, respectivamente, 463.745 m³, 441.153 m³ e 429.458 m³, enquanto nos mesmos meses em 2019 o consumo foi de, respectivamente, 413.037 m³, 404.651 m³ e 411.131 m³, significativamente inferior.

Sandro Rebecca chegou a cogitar que as dificuldades no abastecimento poderiam ter sido causadas por eventual redução na incidência de chuvas no ano, porém, só até julho de 2019 já choveu o equivalente a mais de 2% da média esperada no período (946,mm= média esperada e 959,5mm chuva real), de acordo com dados do CIIAGRO, o que refuta essa possibilidade.

“Se temos uma redução comprovada do consumo e mais incidências de chuvas do que no ano passado, o desabastecimento em nossa  cidade não pode ser resultado de um suposto aumento no consumo, como contraditoriamente alega a Sanebavi. É preciso verificar se há falhas na captação, perdas não detectadas e outros problemas que resultem no desabastecimento. O que não é mais aceitável é colocar a culpa nos moradores por uma ineficiência de anos”, concluiu.


Fonte: Gabinete do vereador Sandro Rebecca (PDT)

Últimas Notícias

A Câmara de Vinhedo deseja a todos boas festas!leia mais

Em último ato no ano, Câmara aprova projeto de Lei Complementar para regularização de imóveisleia mais

Edu Gelmi cobra planejamento para fornecimento do uniforme escolar no início do ano letivoleia mais

Novas placas para conscientização quanto ao uso de fogos de artifícios, em defesa ao bem-esta animal, são instaladas em Vinhedoleia mais

Rui “Macaxeira” destaca necessidade de valorização do trabalho e dedicação dos coristas em Vinhedoleia mais

Av. Dois de Abril, 78 - Centro -
Vinhedo/SP - CEP 13280-077


(19) 3826-7700


imprensa@camaravinhedo.sp.gov.br

Input Center Tecnologia