Edu Gelmi questiona falta de planejamento em recursos hídricos na revisão do Plano Diretor – Câmara Municipal de Vinhedo
Câmara Municipal de Vinhedo

Edu Gelmi questiona falta de planejamento em recursos hídricos na revisão do Plano Diretor

Vereador comprova necessidade de investimentos para garantir água diante do crescimento projetado para o município

AGUA

O presidente Edu Gelmi (MDB) ressaltou, durante seu discurso pela 104ª Sessão Ordinária, a fundamental importância de inserir o planejamento dos recursos hídricos na revisão do Plano Diretor do Município. Segundo o vereador, investimentos no setor hídrico devem constar no Plano Diretor para garantir o crescimento da cidade.

“Como vamos falar de Plano Diretor sem falar de água? Participei das últimas três audiências de revisão, mas o que me deixa intrigado é que estão discutindo Plano Diretor e Plano de Mobilidade sem pensar na água. Não falaram o que vai acontecer, mas eu vou falar”, afirmou o presidente Edu Gelmi.

Da tribuna, Edu Gelmi explicou que havia solicitado da Sanebavi informações como outorga, consumo, perdas e capacidade financeira. “Efetivamente, temos outorga para retirar 1.261.000m³ de água. Considerando as perdas no sistema, avaliadas em 30%, sobram 882.000m³ para uso. Pelo demonstrativo, a Sanebavi trata em média 640.000 m³, ou seja, a margem está muito próxima”, considerou.

Edu Gelmi explicou de forma resumida que, com as mudanças propostas na revisão do Plano Diretor, a cidade pode ter mais 56 mil habitantes num prazo de 10 a 15 anos, passando para 136 mil moradores. “Olha a situação da Sanebavi: o resultado financeiro mensal da autarquia é de R$ 80 mil a R$ 90 mil /mês, ou seja, no ano pouco mais de R$ 1 milhão. E daqui a pouco a autarquia começará a pagar parcelas de empréstimo do PAC, comprometendo mais o valor de R$ 170 mil por mês”.

O vereador lamentou a falta de atenção com as nascentes e planejamento: “não cuidaram das nascentes quando tinham que cuidar, nem outorga pediram para a reversão da água que tratamos, então não vamos poder usar um volume de 300m³/h de água – capaz de atender 35 mil habitantes”.

Segundo o presidente da Câmara, há solução, mas é necessário investimento a curto, médio e longo prazo. “Mas quando pergunto sobre investimentos, a Sanebavi retorna valores que não incluem represas, reversão das bacias nem obras”.

Diálogo e soluções

Em seu discurso, Edu Gelmi fez mais que analisar e criticar: apresentou solução. Uma das propostas do presidente da Câmara é a utilização de energia fotovoltaica. Segundo Edu Gelmi, dados apresentados pela Sanebavi apontam para gastos de R$ 600 mil com energia elétrica.

“Tem como reduzir isso, de R$ 600 mil para R$ 200 mil. Mas tem que investir, no caso, na instalação da energia fotovoltaica. Agora, pergunto: a Sanebavi tem recurso para isso? Não, nem pode buscar novos empréstimos porque ficaria no vermelho; o município também não tem recurso…. e como vamos falar em Plano Diretor sem falar de água?”, questionou Edu Gelmi.

O parlamentar encerrou seu discurso convidando autoridades do município para o diálogo. “Façamos um esboço sobre a questão da água, antes mesmo desta Casa emitir algum parecer sobre o Plano Diretor. Qual é a contrapartida do município para o crescimento do município para o investimento hídrico? Isso requer investimento, planejamento, e precisa estar no papel”, finalizou Edu Gelmi.


Fonte: Gabinete da Presidência | Vereador Edu Gelmi (MDB)

Últimas Notícias

Carlos Florentino parabeniza evento do CAPS Capelaleia mais

Edu Gelmi critica secretário municipal por impedir acesso ao trabalho de fiscalização do Legislativoleia mais

Carlos Florentino fala sobre Segurança Pública para colaboradores em empresa de Vinhedoleia mais

Sandro Rebecca apresenta Moção de Apelo contra cortes em pesquisas científicasleia mais

Em reunião na Associação Mata Ciliar, Flávia Bitar discute conteúdo de livro sobre proteção à fauna silvestre que será distribuído a alunos da rede municipalleia mais

Av. Dois de Abril, 78 - Centro -
Vinhedo/SP - CEP 13280-077


(19) 3826-7700


imprensa@camaravinhedo.sp.gov.br

Input Center Tecnologia