Edu Gelmi critica inércia do Executivo diante da falta de professores em escolas da rede municipal – Câmara Municipal de Vinhedo
Câmara Municipal de Vinhedo

Edu Gelmi critica inércia do Executivo diante da falta de professores em escolas da rede municipal

Presidente da Câmara lamentou que alguns estudantes tenham sido prejudicados com um semestre inteiro sem professor e, por consequência, sem nota no boletim escolar

190701_103_Sessao_Ordinaria (126)

Em seu discurso pela 103ª Sessão Ordinária, o presidente Edu Gelmi (MDB) voltou a criticar a falta de professores em escolas da rede municipal de Educação. A situação que prejudica os estudantes já foi tema também de outros pronunciamentos do vereador, que cobra providências do Executivo há meses.

“Eu falei que em algumas escolas estavam faltando professores e que, até então, tinha passado o primeiro bimestre e os alunos ficaram sem nota. Inadmissível isso! Mas mesmo com aquele bimestre sem notas, com vereadores externando, o secretário sabendo e tendo ocorrido audiência sobre o tema o Executivo não resolveu o problema e a escola Integração ficou o semestre sem aulas de Geografia”, comunicou o presidente Edu Gelmi.

Preocupado com a falta de professor e, por consequência, ausência de nota no boletim escolar de vários alunos, o parlamentar questionou aos presentes na sessão ordinária de segunda-feira (1) quem admitiria deixar um filho em tal situação: “que é isso? Se fosse com filho de qualquer vereador aqui, seria admitido?”.

Objetivo em sua fala, Edu Gelmi criticou a gestão do orçamento de R$ 150 milhões destinados à Educação do município e completou: “será que não tem alguém na secretaria, que já foi professor e hoje está locado num cargo de gratificação, que possa suprir essa falta?”.

Edu Gelmi pediu o fim da inércia da Prefeitura e cobrou novamente a solução do problema, que prejudica estudantes da Escola Municipal Integração, na região do Centro, e também a Escola Municipal André Franco Montoro, na região da Capela.

“É um absurdo o que estamos vivendo no nosso município! Temos, sim, que falar em direitos de estudantes, diretores, professores, auxiliares de educação infantil. Isso é muito claro: é uma questão financeira. Então o Executivo que enxugue o orçamento e faça projeto claro, correto, sério, com estudo de impacto orçamentário. O que não dá é deixar as coisas erradas”, finalizou o presidente do Legislativo de Vinhedo, Edu Gelmi.

 


Fonte: Gabinete da Presidência | Vereador Edu Gelmi (MDB)

Últimas Notícias

Carlos Florentino parabeniza evento do CAPS Capelaleia mais

Edu Gelmi critica secretário municipal por impedir acesso ao trabalho de fiscalização do Legislativoleia mais

Carlos Florentino fala sobre Segurança Pública para colaboradores em empresa de Vinhedoleia mais

Sandro Rebecca apresenta Moção de Apelo contra cortes em pesquisas científicasleia mais

Em reunião na Associação Mata Ciliar, Flávia Bitar discute conteúdo de livro sobre proteção à fauna silvestre que será distribuído a alunos da rede municipalleia mais

Av. Dois de Abril, 78 - Centro -
Vinhedo/SP - CEP 13280-077


(19) 3826-7700


imprensa@camaravinhedo.sp.gov.br

Input Center Tecnologia