Edu Gelmi comenta rombo nas finanças do município – Câmara Municipal de Vinhedo
Câmara Municipal de Vinhedo

Edu Gelmi comenta rombo nas finanças do município

Redução dos gastos públicos é considerado fundamental pelo presidente da Câmara

EG_DESTAQUE

A situação das finanças do município foi tema do discurso do presidente Edu Gelmi (MDB) durante a 106ª Sessão Ordinária, realizada nesta segunda-feira, dia 19. Da tribuna, o parlamentar criticou gastos da Prefeitura e pediu melhor gestão dos recursos públicos. Em seu pronunciamento, considerou os custos com limpeza dos prédios públicos e coleta de lixo.

“A premissa de qualquer administrador é planejar, organizar, dirigir e controlar. Assim devemos fazer até dentro de casa e, no caso da Administração Pública, para sanar as diferenças orçamentárias, ou você aumenta a receita ou diminui a despesa. Isso é o básico”, iniciou o presidente da Câmara, Edu Gelmi.

Em seu pronunciamento, o vereador explicou que a Justiça impugnou edital da licitação para contratação do serviço de limpeza dos próprios públicos e da varrição. Como consequência, nos próximos seis meses a cidade deverá gastar R$ 19 milhões em um contrato emergencial para garantir os serviços, que são essenciais.

“Se vai gastar R$ 19 milhões em seis meses, entendemos que seriam R$ 38 milhões em um ano. A coleta de lixo custa cerca de R$ 1,3 milhões por mês – que dá R$ 15,6 milhões por ano. Então gastamos R$ 53 milhões para coletar o lixo, levar em Paulínia, limpar os próprios públicos e varrer a cidade. Eu acho muito”, considerou o vereador.

Da tribuna, Edu Gelmi destacou que Vinhedo arrecada R$ 38 milhões com IPTU e gasta, por mês, cerca de R$ 4,4 milhões com os serviços acima mencionados. Para o vereador, os números indicam necessidade de mudança na gestão.

“Vinhedo gasta R$ 100 mil em 4 anos com secretários, diretores, cargos em comissão e cargos gratificados. Não sou contra cargo em comissão, mas tudo o que é muito precisa ser apurado. Diante da situação financeira do município, isso precisa ser apurado, senão não vamos conseguir melhoria e o povo fica sem asfalto, sem água…”, explicou Edu Gelmi.

A necessidade da correta gestão dos contratos e da redução dos gastos da municipalidade foi reforçada diversas vezes pelo vereador, que alertou: “se não reduzir, não vão conseguir fazer nada… mas ainda mandam projeto para esta Casa solicitando autorização para fazer empréstimo, sendo que de R$ 20 milhões emprestados, o povo vai pagar R$ 37 milhões”.

Edu Gelmi também apresentou na tribuna outras dívidas do município e uma projeção do total. “Segundo dados da própria Prefeitura, para os professores são devidos biênio e quinquênio no valor de mais R$ 29 milhões. E para o ano que vem tem mais R$ 9,9 milhões. Considerando multas e juros, passamos dos R$ 40 milhões. Então, somando tudo, dá para saber o tamanho do buraco: aproximadamente R$ 180 milhões”.

Edu Gelmi encerrou seu pronunciamento pela 106ª Sessão Ordinária afirmando que suas críticas ao Executivo têm um objetivo construtivo e que é responsabilidade da Câmara fiscalizar. “Eu falo de forma construtiva, mas o que acontece? Nada. No ano passado, arrecadamos R$ 483 milhões, mas isso não foi suficiente. Seguir desse jeito, não dá. Como vereadores, teremos nossa responsabilidade e precisamos pensar bem para saber qual é o tamanho do buraco que a Câmara vai colaborar para deixar a cidade”, concluiu.


Fonte: Gabinete da Presidência | Vereador Edu Gelmi (MDB)

Últimas Notícias

Câmara suspende realização de sessões ordinárias e prazo de tramitação como medida de segurança em face da pandemia de coronavírusleia mais

Câmara acompanha parecer do Tribunal de Contas do Estado e reprova contas da Prefeitura referente ao exercício de 2016leia mais

Edu Gelmi solicita ação de desinfecção de ruas e espaços públicosleia mais

Em lembrança ao Dia Internacional da Síndrome de Down, Sandro Rebecca pede adoção de políticas efetivas de inclusãoleia mais

Flávia Bitar esclarece que não há relação de contágio do COVID-19 entre animais e humanosleia mais

Av. Dois de Abril, 78 - Centro -
Vinhedo/SP - CEP 13280-077


(19) 3826-7700


imprensa@camaravinhedo.sp.gov.br

Input Center Tecnologia