Edu Gelmi comenta rombo nas finanças do município – Câmara Municipal de Vinhedo
Câmara Municipal de Vinhedo

Edu Gelmi comenta rombo nas finanças do município

Redução dos gastos públicos é considerado fundamental pelo presidente da Câmara

EG_DESTAQUE

A situação das finanças do município foi tema do discurso do presidente Edu Gelmi (MDB) durante a 106ª Sessão Ordinária, realizada nesta segunda-feira, dia 19. Da tribuna, o parlamentar criticou gastos da Prefeitura e pediu melhor gestão dos recursos públicos. Em seu pronunciamento, considerou os custos com limpeza dos prédios públicos e coleta de lixo.

“A premissa de qualquer administrador é planejar, organizar, dirigir e controlar. Assim devemos fazer até dentro de casa e, no caso da Administração Pública, para sanar as diferenças orçamentárias, ou você aumenta a receita ou diminui a despesa. Isso é o básico”, iniciou o presidente da Câmara, Edu Gelmi.

Em seu pronunciamento, o vereador explicou que a Justiça impugnou edital da licitação para contratação do serviço de limpeza dos próprios públicos e da varrição. Como consequência, nos próximos seis meses a cidade deverá gastar R$ 19 milhões em um contrato emergencial para garantir os serviços, que são essenciais.

“Se vai gastar R$ 19 milhões em seis meses, entendemos que seriam R$ 38 milhões em um ano. A coleta de lixo custa cerca de R$ 1,3 milhões por mês – que dá R$ 15,6 milhões por ano. Então gastamos R$ 53 milhões para coletar o lixo, levar em Paulínia, limpar os próprios públicos e varrer a cidade. Eu acho muito”, considerou o vereador.

Da tribuna, Edu Gelmi destacou que Vinhedo arrecada R$ 38 milhões com IPTU e gasta, por mês, cerca de R$ 4,4 milhões com os serviços acima mencionados. Para o vereador, os números indicam necessidade de mudança na gestão.

“Vinhedo gasta R$ 100 mil em 4 anos com secretários, diretores, cargos em comissão e cargos gratificados. Não sou contra cargo em comissão, mas tudo o que é muito precisa ser apurado. Diante da situação financeira do município, isso precisa ser apurado, senão não vamos conseguir melhoria e o povo fica sem asfalto, sem água…”, explicou Edu Gelmi.

A necessidade da correta gestão dos contratos e da redução dos gastos da municipalidade foi reforçada diversas vezes pelo vereador, que alertou: “se não reduzir, não vão conseguir fazer nada… mas ainda mandam projeto para esta Casa solicitando autorização para fazer empréstimo, sendo que de R$ 20 milhões emprestados, o povo vai pagar R$ 37 milhões”.

Edu Gelmi também apresentou na tribuna outras dívidas do município e uma projeção do total. “Segundo dados da própria Prefeitura, para os professores são devidos biênio e quinquênio no valor de mais R$ 29 milhões. E para o ano que vem tem mais R$ 9,9 milhões. Considerando multas e juros, passamos dos R$ 40 milhões. Então, somando tudo, dá para saber o tamanho do buraco: aproximadamente R$ 180 milhões”.

Edu Gelmi encerrou seu pronunciamento pela 106ª Sessão Ordinária afirmando que suas críticas ao Executivo têm um objetivo construtivo e que é responsabilidade da Câmara fiscalizar. “Eu falo de forma construtiva, mas o que acontece? Nada. No ano passado, arrecadamos R$ 483 milhões, mas isso não foi suficiente. Seguir desse jeito, não dá. Como vereadores, teremos nossa responsabilidade e precisamos pensar bem para saber qual é o tamanho do buraco que a Câmara vai colaborar para deixar a cidade”, concluiu.


Fonte: Gabinete da Presidência | Vereador Edu Gelmi (MDB)

Últimas Notícias

Paulinho Palmeira reitera pedido de ampliação do sistema de monitoramento na região da Capela e centralleia mais

Geraldinho Cangussú apresenta Moção de Apelo para reativação dos atendimentos odontológicos no bairro da Caixa D’Águaleia mais

Plenário rejeita denúncia de improbidade administrativa apresentada contra o prefeitoleia mais

Carlos Florentino é indicado para a Comissão de Segurança, Trânsito e Mobilidade Urbana do Parlamento Metropolitano da RMCleia mais

Edu Gelmi explica que planejamento é fundamental para prevenir e resolver problemas na cidadeleia mais

Av. Dois de Abril, 78 - Centro -
Vinhedo/SP - CEP 13280-077


(19) 3826-7700


imprensa@camaravinhedo.sp.gov.br

Input Center Tecnologia