Edu Gelmi comenta adequação do salário para diretores de escola e pede cumprimento das leis em Vinhedo – Câmara Municipal de Vinhedo
Câmara Municipal de Vinhedo

Edu Gelmi comenta adequação do salário para diretores de escola e pede cumprimento das leis em Vinhedo

Pagamento de biênio e quinquênio aos servidores da Educação também foi reivindicação do presidente da Câmara

191118_119_Sessao_Ordinaria (83)

Aprovada na Sessão Ordinária desta segunda-feira, 18, a alteração na Lei que trata do quadro da Educação e do Magistério de Vinhedo foi tema do presidente da Câmara, Edu Gelmi (MDB). Em seu pronunciamento, o parlamentar considerou a conquista da legalização destes direitos de diretores da rede municipal e reforçou a necessidade de trabalho para que os auxiliares de educação infantil também sejam valorizados, assim como a importância de cumprimento da legislação e o pagamento de biênio e quinquênio aos servidores.

Abrindo seu pronunciamento, Edu Gelmi afirmou: “este projeto adequa o salário de diretores das escolas da rede municipal e não há mal nenhum isso. Na verdade, é um direito, porque reconhece as funções e novas responsabilidades assumidas pelo servidor de carreira que assume o cargo. No Executivo, existe uma preocupação com o impacto orçamentário que isso gera, mas se trata de um impacto ‘do bem’, destinado às pessoas que cuidam da rede, do município, de crianças, jovens e adolescentes. É justo e necessário”.

Atento à questão financeira do município, o presidente da Câmara alertou, ainda da tribuna, que os rendimentos desta alteração na lei devem ser percebidos pelos diretores somente no próximo ano. “Não tenho dúvidas de que os diretores e diretoras somente serão contemplados no mês de janeiro. Então, Executivo, ajeite-se. Faça alguma coisa, mas faça o bem”, solicitou.

Outro tema destacado pelo vereador é a reivindicação dos auxiliares de Educação Infantil. “Sabemos que o problema também é orçamentário, mas pelo menos o diálogo entre os Auxiliares e Executivo foi aberto. Esperamos que dê certo para esta categoria também”.

Edu Gelmi também destacou a necessidade de pagamento do biênio e quinquênio para servidores da Educação. “Não deveríamos ter que cobrar isso, porque já é Lei, aprovada por esta Casa”, considerou.

Para o presidente da Câmara, “o Executivo está prejudicando professores da rede municipal e isso vai gerar ação trabalhista – e o Executivo vai perder e deixar mais uma dívida para o município”, alertou.

Edu Gelmi encerrou seu pronunciamento afirmando mais uma vez a necessidade de cumprimento das leis em Vinhedo. “Precisamos deixar claro que o Executivo precisa cumprir as leis – mas simplesmente é como se as leis não tivessem sido aprovadas”, lamentou.

 


Fonte: Gabinete da Presidência | Vereador Edu Gelmi (MDB)

Últimas Notícias

Flávia Bitar esclarece que não há relação de contágio do COVID-19 entre animais e humanosleia mais

Edu Gelmi destaca necessidade de aplicação das medidas de prevenção e combate ao coronavírusleia mais

Sandro Rebecca pede seriedade na divulgação de notícias relacionadas ao coronavírus e adoção de política conjunta de prevençãoleia mais

Paulinho Palmeira encaminha pedido para asfalto de trecho da Rua Abraão Kalil Aunleia mais

Câmara promove reunião para debater sistema de plantões na Santa Casa de Vinhedoleia mais

Av. Dois de Abril, 78 - Centro -
Vinhedo/SP - CEP 13280-077


(19) 3826-7700


imprensa@camaravinhedo.sp.gov.br

Input Center Tecnologia