Câmara aprova projeto que dá nome à Rua no Loteamento Alto das Figueiras – Câmara Municipal de Vinhedo
Câmara Municipal de Vinhedo

Câmara aprova projeto que dá nome à Rua no Loteamento Alto das Figueiras

Substitutivo a projeto de Lei Complementar que altera Lei do Magistério Público Municipal foi retirado

#PraTodosVerem: Vereadores da 17ª Legislatura no plenário

Nessa segunda-feira, 23, pela 111ª Sessão Ordinária, a Câmara aprovou por unanimidade o projeto de Lei nº 45/2019, que denomina como Rua Iracy Rozatti Viel via do Loteamente Alto das Figueiras. O projeto é de autoria do vereador Nil Ramos (PSDB)

Ainda constava na Ordem do Dia o substitutivo nº 1 ao projeto de Lei Complementar nº 6/2019, que acrescenta e altera os dispositivos da Lei Complementar nº 110/2011, que trata do Quadro de Educação e do Magistério Público Municipal de Vinhedo. O projeto foi retirado da pauta para melhores estudos, a pedido do prefeito Jaime Cruz.

Quatro projetos de Decreto Legislativo, concedendo honrarias a pessoas que contribuem ou contribuíram para o desenvolvimento da sociedade vinhedense, também foram aprovados por unanimidade na noite.

Expediente

Na pauta do Expediente da 111ª Sessão Ordinária foi apresentado um projeto de Lei, quatro requerimentos, seis moções e 12 indicações.

Tribuna Livre

O presidente da Associação da Parada do Orgulho LGBT de Vinhedo, Guilherme dos Santos de Oliveira, subiu à Tribuna Livre mais uma vez para par falar da Parada do movimento, realizada em Vinhedo no dia 18 de agosto.

“Primeiramente agradeço toda comunidade LGBT de Vinhedo quanto toda população de nossa cidade, por terem comparecido em peso no evento do dia 18 de agosto. Fomos surpreendidos, não imaginávamos que teríamos um público tão grande. A primeira edição da Parada não teve tanto apelo quanto a edição desse ano, mesmo que no início, a proposta desse ano tenha sido refutada por muitos da comunidade vinhedense. Após a realização, diante da organização e do respeito de todos para com a comunidade vinhedense, recebemos uma série de elogios e agradecimentos. Durante toda manifestação não foi registrada uma ocorrência sequer, acontecendo tudo na paz, conforme planejado”.

 

 

Explicação Pessoal

O vereador Geraldinho Cangussú (PV) abriu a fase de explicação pessoal parabenizou a Secretaria de Meio Ambiente pelo plantio de ipês brancos na Represa II. “Parabenizo a Secretaria de Meio Ambiente pelo plantio de ipês brancos na Represa II, e lembro que as leucenas que foram retiradas são espécies invasoras, que prejudicam o solo e a arborização da área em si”.

Flávia Bitar (PDT) explicou a situação do castra móvel para atendimento na cidade. “Por esses dias o prefeito assinou o contrato para atendimento do castra móvel em nossa cidade. A vinda do veículo para atendimento em nossa cidade pode demorar ainda uns 60 dias, devido aos trâmites burocráticos, mas a prestação desse serviço está garantida. É preciso esclarecer que Vinhedo não comprou o veículo, mas sim comprou 900 castrações, que serão realizadas em vários sábados, em uma média de 150 por dia, e separadas por bairros, de acordo com levantamento da Prefeitura sobre as áreas com maior necessidade do serviço”.

O presidente da Câmara, vereador Edu Gelmi (MDB) comentou sobre seu encontro com jovem vinhedense surdo e mudo, e pediu capacitação dos servidores municipais e prestadores de serviço para inclusão. “Na tarde de hoje recebi o Elivelton, jovem vinhedense, surdo e mudo, que veio expor a necessidade das pessoas com essa deficiência. Peço ao nosso poder público que possa ministrar cursos voltados ao atendimento e inclusão de surdos e mudos. Fiquei sabendo que, infelizmente, um cidadão vinhedense surdo e mudo esteve na Santa Casa e recebeu medicação diversa da que necessitava por não haver ninguém que o entendesse. Órgãos públicos do município e entidades privadas que prestam serviço à municipalidade, como a Santa Casa, deveriam oferecer cursos de libras aos seus profissionais, mesmo que básico, permitindo a inclusão de fato. Está feito o pedido”.

Edson PC (PDT) comentou sobre sua visita à E.M. Turma da Mônica para fiscalizar as condições da unidade de ensino. “Pude observar vários pontos de infiltração nas paredes, além de inúmeros problemas no banheiro, como descargas difíceis de utilizar e a pia que está quebrada há mais de 15 dias, sem que a Prefeitura tenha feito nada. Pedi à vigilância sanitária que acompanhe as condições desses banheiros. A qualidade das frutas disponibilizadas aos alunos também me preocupou bastante, ainda mais ao saber, da própria diretora, que quem fiscaliza a entrega de alimentos é a Litucera, ou seja, empresa terceirizada, e não a Prefeitura, o que seria o certo, já que os alimentos são adquiridos pela municipalidade”.

Por fim, Sandro Rebecca (PDT) apresentou sugestões para economia de água em nossa cidade. “Acredito que várias ações podem ser tomadas para promover a economia no consumo de água. Precisamos usar o dinheiro da Sanebavi para trazer benfeitorias a ela mesma. Ações práticas também precisam ser tomadas, como demonstrações do básico para conscientização, que não devemos deixar torneiras abertas, lavar carros durante o período de estiagem etc etc”.

 


Fonte: Comunicação Institucional CMV.

Últimas Notícias

Paulinho Palmeira reitera pedido de ampliação do sistema de monitoramento na região da Capela e centralleia mais

Geraldinho Cangussú apresenta Moção de Apelo para reativação dos atendimentos odontológicos no bairro da Caixa D’Águaleia mais

Plenário rejeita denúncia de improbidade administrativa apresentada contra o prefeitoleia mais

Carlos Florentino é indicado para a Comissão de Segurança, Trânsito e Mobilidade Urbana do Parlamento Metropolitano da RMCleia mais

Edu Gelmi explica que planejamento é fundamental para prevenir e resolver problemas na cidadeleia mais

Av. Dois de Abril, 78 - Centro -
Vinhedo/SP - CEP 13280-077


(19) 3826-7700


imprensa@camaravinhedo.sp.gov.br

Input Center Tecnologia