Câmara Municipal de Vinhedo

Câmara de Vinhedo reinicia Sessões Ordinárias e apresenta diversos Requerimentos

Recesso parlamentar terminou nesta segunda-feira, dia 4

190204_82_Sessao_Ordinaria_13

Encerrado o período de recesso parlamentar, a Câmara de Vinhedo realizou nesta segunda-feira (4), a primeira Sessão Ordinária de 2019. Com nova Mesa Diretora e presidência do vereador Edu Gelmi (MDB), a 82ª Sessão não teve Ordem do Dia, mas no Expediente apresentado pelos vereadores estão três projetos de Lei, nove Requerimentos, seis moções e 61 Indicações.

Entre os Requerimentos, diversos pedidos de informações incluindo sobre instituições de ensino que prestam serviços à Prefeitura, respectivas listas de espera e, ainda, dados da Associação Reencontro – relação de funcionários, balanço patrimonial, balanço financeiro, relatório de atividades e prestação de contas encaminhada à Secretaria de Assistência Social do município.

Explicação Pessoal

Abrindo a fase de Explicação Pessoal, o vereador Paulinho Palmeira (PV) sugeriu a criação de uma equipe de manutenção entre as secretarias de Esportes e Lazer e Serviços Municipais para atuar de forma conjunta, com foco na manutenção dos parquinhos e demais espaços de responsabilidade da Secretaria de Esportes e Lazer. Sobre a obra na CEI Saci Pererê, lamentou os problemas e cobrou da Secretaria de Educação uma solução.

O vereador Nil Ramos (PSDB) destacou a necessidade de um planejamento mais moderno para a iluminação pública, com estudos para uso de LED e referenciado em praças que já tenham esta iniciativa, como a do bairro Três Irmãos. Segundo o vereador, o mesmo investimento deveria ser feito em outras praças, como a Aurora Sudário.

Marcos Ferraz (PSD) comentou diversos trabalhos feitos durante o período de recesso parlamentar. O vereador destacou o Programa Estratégia de Saúde da Família, implantado na UBS Dr. Meirelles, e o considerou um avanço e uma referência a ser levada para outros bairros.

Geraldinho Cangussú (PV) explicou que moradores que tiverem dúvidas quanto à cobrança na conta de água devem procurar a Sanebavi para esclarecer a situação e, se for o caso, pedir nova via corrigida. Também elogiou o trabalho da autarquia com foco no desassoreamento das represas, sugerindo que também sejam analisadas possibilidade de construção de novas represas.

O presidente Edu Gelmi (MDB) iniciou seu pronunciamento solicitando que a população acompanhe os trabalhos do Legislativo, inclusive as Sessões Extraordinárias e exemplificou tal importância com o ocorrido no Projeto de Lei 81/2018, colocado em pauta na 12ª Sessão Extraordinária no fim do ano passado. O PL reduziria recursos do transporte universitário e, graças ao trabalho dos vereadores, foi retirado. Edu Gelmi lamentou a ausência de planejamento na reforma da CEI Saci Pererê, e questionou também o fornecimento de uniforme escolar para as crianças da rede municipal.

O vereador Edson PC (PDT) usou a Tribuna para falar das denúncias apresentadas por ele neste início de ano. Exibiu vídeo mostrando a situação na CEI Saci Pererê, com problemas decorrentes da obra não acabada. Em seu discurso, o vereador afirmou que as salas da unidade escolar não têm tomadas nem ventiladores. Edson PC também demonstrou uma gravação com denúncias contra a Associação Reencontro, que realiza o serviço de acolhimento para pessoas em situação de rua no município.

Carlos Florentino (PV), primeiro-secretário do Legislativo, explicou que um dos papéis do vereador é fiscalizar e apresentar irregularidades – mas ressaltou que não se deve julgar e condenar sem a devida investigação. O vereador destacou que o dinheiro público deve ser tratado com responsabilidade e afirmou que, como Guarda Municipal, reconhece a importância do trabalho realizado pela Associação Reencontra no acolhimento às pessoas em situação de rua.

Ana Genezini (MDB) apresentou sua preocupação com o trânsito na região da Capela. A vereadora destacou o crescente fluxo de veículos e falta de espaço para estacionamento, questionando inclusive o projeto divulgado pelo Executivo municipal para alargamento de ruas na Capela. Segundo a vereadora, alargar trechos de vias sem planejar trajetos de forma mais ampla não resolverá a situação. Ana Genezini sugeriu que os técnicos da Prefeitura criem um projeto completo e melhor elaborado, capaz de conquistar recursos junto ao Governo do Estado para a construção de um viaduto sobre a Anhanguera – nos moldes do existente em Louveira.

O vice-presidente da Câmara, vereador Sandro Rebecca (PDT) apresentou parte do trabalho realizado no recesso parlamentar e pediu o investimento em manutenção preventiva. O parlamentar explicou que a manutenção corretiva custa em média 20% mais caro que a preventiva e alertou para os riscos da falta de manutenção, principalmente em parquinhos.

Rubens Nunes (MDB) iniciou seu pronunciamento destacando a necessidade de obras emergenciais no sistema de captação de águas fluviais na Rua Júlio Palaro – bairro Santa Claudina. O vereador também reiterou o pedido de manutenção no Centro de Lazer da Vila João XXIII. Sobre a contenção a ser feita em trecho do córrego do Pinherinho, no Jardim Miriam, o vereador recomentou que o governo inclua na obra também a construção da calçada no local.

Rodrigo Paixão (REDE) iniciou seu discurso questionando a Sanebavi sobre os erros nas contas de água e disse que espera uma resposta da autarquia em relação aos aumentos. Sobre o repasse de verbas a entidades de Vinhedo, o vereador explicou que houve duas sessões extraordinárias, nas quais votou favorável às parcerias, mas não à transferência de responsabilidade do governo – e deu como exemplo o transporte das crianças com deficiência. Rodrigo Paixão também pediu que as entidades aperfeiçoassem mecanismos de prestação de contas dos recursos públicos, ampliando o diálogo e fornecendo indicadores que permitam o correto acompanhamento das destinações.

Antes de encerrar a Sessão, Edu Gelmi informou prazo até quarta-feira, dia 6, para que os vereadores apresentem os nomes de presidente, relator e membro das comissões permanentes da Casa.

Conforme anunciado pelo presidente Edu Gelmi (MDB) no encerramento da 82ª Sessão Ordinária, a próxima sessão ordinária será realizada dia 11 de fevereiro, em horário regimental (18h).

 


Fonte: Comunicação Institucional CMV.

 

 

 

 

Últimas Notícias

Flávia Bitar busca parceria para elaboração do projeto da Unidade de Saúde Animal – USAleia mais

Carlos Florentino apresenta projeto de lei que proíbe o uso do narguilé em locais públicos, abertos ou fechadosleia mais

Edson PC chama decreto que regulamenta uso de transporte por aplicativos em Vinhedo de inconstitucionalleia mais

Vereadores recebem auxiliares de educação para tratar da inclusão da categoria no Plano de Cargos e Carreiras do Magistérioleia mais

Prefeitura entrega placas para denúncia a casos de abandono animal, proposta por Flávia Bitarleia mais

Av. Dois de Abril, 78 - Centro -
Vinhedo/SP - CEP 13280-077


(19) 3826-7700


imprensa@camaravinhedo.sp.gov.br

Input Center Tecnologia