Câmara Municipal de Vinhedo

Vereadores comentam trabalhos dos respectivos mandatos na 72ª Sessão Ordinária

A 72ª Sessão Ordinária da 17ª Legislatura foi realizada nessa segunda-feira, 08, no plenário da Câmara Municipal.

Na pauta expediente foi apresentado um projeto de Lei, dois projetos de Resolução, sete requerimentos, nove moções e 17 indicações.

Ao final do expediente, a mesa diretiva leu a íntegra da decisão do Ministério Público pelo arquivamento da denúncia de supostas irregularidades na contratação de empresa para realização de reforma da Câmara Municipal de Vinhedo.

O Ministério Público decidiu pelo arquivamento por faltar indícios que apontem irregularidades na licitação que contratou a empresa.

Ordem do Dia

Todos os projetos de Lei constantes na Ordem do Dia foram aprovados por unanimidade.

O projeto de Lei nº 46/2018 autoriza a reestruturação do Conselho Municipal de Turismo (COMTUR), enquanto os de nº 50 e 51 autorizam o Poder Executivo a celebrar convênio com Estado de São Paulo, por intermédio do Fundo Social de Solidariedade do Estado (FUSSESP).

Explicação Pessoal

Geraldinho Cangussú (PV) abriu a fase de explicação pessoal parabenizando a Prefeitura pela chegada da empresa Ascenty à Vinhedo. “Essa empresa construirá em nossa cidade o maior data center da América Latina. Isso é fruto do trabalho da Secretaria de Indústria e Comércio, que deixa nossa cidade atrativa a grandes empreendimentos. Na reunião que participamos foi visível a alegria dos diretores da empresa por se instalar em nossa cidade”.

As eleições presidenciais foram tema de Edu Gelmi (MDB). “O resultado do 1º turno não me surpreendeu. Partidos enormes ficaram pequenos em representatividade e o PSL, que era pequeno, ficou grande graças ao Bolsonaro. Cabe aos eleitores decidirem qual será o futuro do país. O povo já demonstrou que quer renovação, vimos isso nesse 1º turno”.

Edson PC (PDT) comentou sobra a obra do campo do bairro Altos do Morumbi. “Tivemos três aditamentos, resultando no aumento de mais de 14% nos gastos da obra, sendo que metade do investimento já foi gasto e não vemos nenhum andamento na obra. Amanhã apresentarei os documentos que colhi ao Ministério Público, para que investiguem o caso”.

Carlos Florentino (PV) parabenizou os nordestinos pelo transcurso do Dia do Nordestino. “Parabenizo todos os nordestinos de nossa cidade, em especial meu amigo Rui ‘Macaxeira’ (PSB), vereador dessa Casa. Temos que agradecer a cada um de vocês por ter transformado essa cidade em lar e ter contribuído para o seu desenvolvimento”.

A sanção da Lei Lucas foi comentada por Ana Genezini (MDB). “As escolas municipais terão que se adequar as exigências dessa Lei, que finalmente foi sancionada na união, e que aqui também foi apresentada, sendo um dos primeiros municípios a fazer isso,  graças a uma iniciativa da vereador Flávia Bitar (PDT). Com isso, com a Lei Federal, aliada à Lei Municipal nº 3828, as escolas deverão treinar seus funcionários em atendimento de primeiros socorros, garantido a segurança de nossas crianças”.

Rodrigo Paixão (REDE) comentou sobre as mudanças na coleta de lixo. “Tem bairros que estão desassistidos, a população não sabe mais quais os dias de coleta. Recebi inúmeras reclamações, e não sei se isso é fruto de quebra contratual ou outro problema. A Prefeitura precisa resolver essa situação”.

Paulinho Palmeira (PV) pediu respeito ao voto alheio. “Devemos respeitar as escolhas de cada um, do mesmo jeito que podemos expor nossas opiniões de forma responsável. Estamos vivendo um período de mudanças, em todos os sentidos”.

O presidente da Câmara, vereador Nil Ramos (PSDB) parabenizou os deputados eleitos que apoiam a região. “Parabenizo os amigos que foram eleitos e lembro que nunca ganhamos sozinho. Essa é uma vitória de toda a população, de toda a região que o eleito representa. Parabenizo todas as pessoas envolvidas nessa vitória”.

Por fim, Marcos Ferraz (PSD) pediu responsabilidade no trabalho do vereador. “Não podemos confundir a função fiscalizadora do vereador com denuncismo, com o levantamento de suspeitas levianas que vem à prejudicar entidades e pessoas honestas. É muito difícil reparar uma injustiça depois de feita. Cabe sempre prudência e respeito”.

 


Fonte: Comunicação Institucional da Câmara de Vinhedo.

Enviar comentário

Últimas Notícias

Flávia Bitar propõe criação da Procuradoria da Mulherleia mais

Nil Ramos e Ana Genezini pedem agilidade em contrato para recapeamento da Rua João Eduetaleia mais

No Dia do Guarda Municipal, vereador Carlos Florentino ressalta a dedicação da GCM de Vinhedoleia mais

Vereadores comentam trabalhos dos respectivos mandatos na 72ª Sessão Ordinárialeia mais

Vereadores prestigiam evento em reconhecimento aos produtores rurais da Festa da Uvaleia mais

Av. Dois de Abril, 78 - Centro -
Vinhedo/SP - CEP 13280-077


(19) 3826-7700


imprensa@camaravinhedo.sp.gov.br

Input Center Tecnologia