Câmara Municipal de Vinhedo

Rodrigo Paixão relembra histórico de reestruturação da Santa Casa

Para o parlamentar boa parte dos agentes políticos esqueceram os momentos de crise que motivaram a reestruturação do hospital

180924_70_Sessao_Ordinaria (81)

A entrega de sete novos leitos de UTI da Santa Casa de Vinhedo foi o grande tema debatido na 70ª Sessão Ordinária, realizada nessa segunda-feira, 24. Praticamente todos os vereadores se pronunciaram na noite elogiando a Prefeitura e o hospital pela entrega dos novos quartos.

Apesar de também reconhecer os méritos da melhoria, o vereador Rodrigo Paixão (REDE), fez questão de lembrar todo o histórico recente da Santa Casa, que teve o atendimento pelo SUS suspenso há poucos anos, deixou de atender a população vinhedense e apenas após um longo processo de requisição administrativa pode se reerguer.

“Independente do governo ou provedor, continuo fazendo as mesmas cobranças em relação à Santa Casa. Há uma parte esquecida na história da Santa Casa, que é a CPI aberta nessa Casa, pela qual reconstituímos a história do hospital, permitindo ao então prefeito proceder a requisição administrativa da Santa Casa, que foi uma sugestão nossa. Portanto, nós oferecemos a possibilidade de a Santa Casa voltar a ser um hospital. É um absurdo ouvir agora que o ex-prefeito acertou ao romper o contrato com a Santa Casa em 2013. Pessoas morreram naquele período, por conta de uma ação totalmente arbitrária. As pessoas estão negligenciando uma história, e até hoje não entendo como não foi aberto um inquérito criminal sobre a situação do hospital, em que recursos foram desviados e pessoas morreram”, explicou.

A CPI da Santa Casa, da qual Rodrigo Paixão era membro, elaborou um extenso relatório, com base em depoimentos de funcionários e ex-funcionários, análise de documentos do hospital e de outras origens entre outras provas. Dentre os apontamentos finais da Comissão, estava a possibilidade de requisição administrativa do hospital, a fim de agilizar a reestruturação física e funcional da Santa Casa, que na época, estava praticamente fechada, e a população vinhedense era atendida em hospitais de cidades vizinhas, como o Galileo, em Valinhos.

“Tem pessoas que gostam de aparecer na foto, como agora, na entrega de novos leitos da UTI. Eu estou em todos os momentos acompanhando o que ocorre na Santa Casa, alertando a provedora sobre prazos que estavam se extinguindo e outro alertas. Faço militância e política para defender os interesses da população de Vinhedo, não apenas quando conveniente”, concluiu.

Saúde

Rodrigo Paixão ainda fez crítica a gestão da saúde em Vinhedo.

“O atual secretário de Saúde fechou o CERS Bela Vista e estrangulou o CAPS de Vinhedo, que era uma referência no passado e atualmente não funciona como deveria. Diariamente recebemos reclamações em relação à saúde mental de nossos moradores. O projeto de fechamento da UPA central, concentrando o atendimento na Policlínica da Capela para, no futuro, em data incerta, abrir uma UPA na Capela, foi outro absurdo proposto pelo atual secretário. Nossa saúde é tratada sem planejamento”, concluiu.

 


Fonte: Gabinete do vereador Rodrigo Paixão (REDE)

Últimas Notícias

Conselho de Desenvolvimento da RMC indicará representantes para Câmara Temática da Causa Animal, proposta de Flávia Bitarleia mais

Valdir Barreto aponta falhas e sugere melhorias para o CAPSleia mais

Edu Gelmi questiona falta de professor em escola da rede municipal de Educaçãoleia mais

Alunos da escola Sant’Anna International School participam de programa “Conheça a Câmara”leia mais

Rubens Nunes e Geraldinho Cangussú conhecem atendimento prestado pela Carreta da Mamografialeia mais

Av. Dois de Abril, 78 - Centro -
Vinhedo/SP - CEP 13280-077


(19) 3826-7700


imprensa@camaravinhedo.sp.gov.br

Input Center Tecnologia