Câmara Municipal de Vinhedo

Rodrigo Paixão, Edson PC e Rubens Nunes visitam almoxarifado central da Saúde

Membros da Comissão dos Medicamentos, vereadores analisaram cuidados e procedimentos com medicamentos da rede pública

  • 180129_RP_PC_RN_Almoxarifado_Central_Saude_21
  • 180129_RP_PC_RN_Almoxarifado_Central_Saude_13
  • 180129_RP_PC_RN_Almoxarifado_Central_Saude_10
  • 180129_RP_PC_RN_Almoxarifado_Central_Saude_14
  • 180129_RP_PC_RN_Almoxarifado_Central_Saude_17
  • 180129_RP_PC_RN_Almoxarifado_Central_Saude_28

Os vereadores Rodrigo Paixão (REDE), Edson PC (PDT) e Rubens Nunes (MDB) visitaram o almoxarifado central da Saúde na manhã desta segunda-feira, dia 29. Recepcionados pelo secretário municipal de Saúde, dr. Alexandre Viola, os parlamentares conheceram o local de armazenagem de medicamentos e insumos, assim como procedimentos adotados durante a logística entre a unidade central e as farmácias municipais.

“Estamos conhecendo o espaço e a logística adotada em Vinhedo com os medicamentos”, explica o vereador Rodrigo Paixão, membro da Comissão de Assuntos Relevantes – aprovada na Câmara de Vinhedo em maio de 2017 para tratar das questões relativas à dispensa de medicamentos da rede pública municipal.

No início da visita, o secretário de Saúde apresentou relatório com números oficiais da entrada de medicamentos e perdas no município, elaborado com base em dados do ano de 2017. Segundo o documento, a quantidade de perdas por validade corresponde a 2,87% do total das entradas no almoxarifado. “O Ministério da Saúde não fixa um índice oficial, mas em média as perdas por validade variam entre 8 e 10%”, afirmou o Alexandre Viola.

O secretário também explicou que, no período analisado, 80% das perdas foram do medicamento Noretisterona, um anticoncepcional fornecido pelo Ministério da Saúde ao município. “Houve uma falha no sistema e, ao invés de entregar a quantidade de comprimidos solicitadas, o governo federal enviou a quantidade em cartelas, cada qual com 30 comprimidos”, comenta o secretário.

Durante a visita, o vereador Rubens Nunes solicitou informações sobre o número de funcionários responsáveis pelo almoxarifado central; o aproveitamento das equipes que atuam nas farmácias com a reestruturação proposta e, principalmente, procedimentos adotados com a logística dos medicamentos até a chegada ao munícipe. “É importante que a população saiba quais medicamentos estão faltando e onde eles podem, ou não, ser encontrados – inclusive, porque em cada farmácia há situações diferentes”, comentou.

Para o vereador Edson PC é importante a entrega da certidão justificando a falta do medicamento quando solicitado por usuários do SUS – conforme determina a recomendação 06/2014 do Ministério Público Federal.

Rodrigo Paixão também questionou o número de medicamentos fornecidos pela municipalidade que estão em falta nas farmácias da rede. “O problema da falta de medicamentos persiste”, afirma. O secretário municipal de Saúde confirmou que há cerca de 65 medicamentos em falta, mas que a Prefeitura já adotou os procedimentos de compra e, em breve, o atendimento será normalizado”.

Outra preocupação dos vereadores, apontada inclusive em relatório entregue à Saúde na última semana, é a carência de um farmacêutico responsável em tempo integral na farmácia municipal.

“Com a reestruturação, Vinhedo terá três centros de distribuição e os farmacêuticos serão aproveitados nestes locais; inclusive com a possibilidade de ampliarmos o horário de atendimento à população para as 19h, ficando os farmacêuticos responsáveis por orientar pacientes no correto uso e armazenamento dos medicamentos”, explica Alexandre Viola.   Não há prazo fixado para a conclusão da reestruturação e implantação dos centros de distribuição de medicamentos.

Acompanharam a visitação Amanda Santos, responsável por insumos; Flávio Moreira, diretor da Assistência Básica; Sebastiana Mendes, responsável por medicamentos e Alessandro Marcel Bertinato, chefe de gabinete – todos da Secretaria Municipal de Saúde.

“O objetivo é conhecer o que está sendo feito e qual o planejamento para o futuro, aproveitando para solicitar a devolutiva da Prefeitura quanto aos apontamentos feitos no relatório da Comissão, entregue para a Saúde na semana passada”, explicou Rodrigo Paixão. A Comissão permanece aguardando as considerações da Prefeitura ao relatório apresentado.


Fonte: Gabinete do Vereador Rodrigo Paixão (REDE)

 

 

Últimas Notícias

Conselho de Desenvolvimento da RMC indicará representantes para Câmara Temática da Causa Animal, proposta de Flávia Bitarleia mais

Valdir Barreto aponta falhas e sugere melhorias para o CAPSleia mais

Edu Gelmi questiona falta de professor em escola da rede municipal de Educaçãoleia mais

Alunos da escola Sant’Anna International School participam de programa “Conheça a Câmara”leia mais

Rubens Nunes e Geraldinho Cangussú conhecem atendimento prestado pela Carreta da Mamografialeia mais

Av. Dois de Abril, 78 - Centro -
Vinhedo/SP - CEP 13280-077


(19) 3826-7700


imprensa@camaravinhedo.sp.gov.br

Input Center Tecnologia