Câmara Municipal de Vinhedo

Rodrigo Paixão comenta ações da Vinhedo durante a greve dos caminhoneiros

Para vereador faltou organização da municipalidade para amenizar efeitos da crise na cidade

A greve dos caminhoneiros, que parou o Brasil por mais de 10 dias e teve fim apenas na semana passada, teve seus efeitos sentidos na cidade de Vinhedo. Sobre o tema, o vereador Rodrigo Paixão (REDE), comentou sobre a política adotada pela Prefeitura para amenizar os efeitos da crise na cidade, questionando algumas ações.

“O governo de Vinhedo decretou estado de emergência, mas me pergunto o que isso significou na prática, em termos de plano de contingência mesmo. Cidades vizinhas mapearam seus serviços, dividindo postos de combustíveis para serviços essenciais e emergenciais, enquanto Vinhedo contava com apenas um posto para isso e a população não sabia se poderia usufruir ou não. Além do mais, não sabemos se a Prefeitura reservou a quantidade suficiente de combustíveis e ainda nos foi informado que donos de postos tiveram que buscar combustível em Paulínia enquanto Vinhedo tinha sido uma das primeiras cidades a receber, em grande quantidade, combustível”, questionou.

O parlamentar pede que a municipalidade elabore um plano de contingência claro e transparente, para eventual crise gerada por nova paralisação ou outros fatores externos.

 


Fonte: Gabinete do Vereador Rodrigo Paixão (REDE)

 

Últimas Notícias

Câmara reprova parecer de inconstitucionalidade ao projeto de Lei nº 58/2018leia mais

Sandro Rebecca apresenta aplicativo Bustimeleia mais

Nil Ramos solicita ampliação do Morando Legal para outros bairros de Vinhedoleia mais

Rodrigo Paixão explica nova retirada do projeto que autoriza Prefeitura a contratar nova concessionária de transporte públicoleia mais

Geraldinho Cangussú solicita regularização de lombada e recuo da faixa de pedestresleia mais

Av. Dois de Abril, 78 - Centro -
Vinhedo/SP - CEP 13280-077


(19) 3826-7700


imprensa@camaravinhedo.sp.gov.br

Input Center Tecnologia