Câmara Municipal de Vinhedo

Pela terceira vez, projeto de concessão do transporte público é retirado da Ordem do Dia

PL nº 53/2018 receberá emenda aglutinativa, e será votado na 79ª Sessão Ordinária, prevista para a próxima semana

Na noite dessa segunda-feira, 19, pela 78ª Sessão Ordinária, o projeto de Lei nº 53/2018, que autoriza a Prefeitura a contratar nova empresa concessionária de transporte público, foi retirado da Ordem do Dia para trabalho em emendas.

13 propostas de modificações constavam na Ordem do Dia, correspondentes a duas emendas substitutivas, quatro emendas aditivas e duas emendas modificativas; duas subemendas aditivas, uma subemenda supressiva e uma subemenda modificativa à emenda aditiva nº 1; e uma subemenda modificativa à emenda modificativa nº 1.

O presidente da Câmara, vereador Nil Ramos (PSDB), suspendeu a sessão por 50 minutos para que os vereadores pudessem discutir as 13 emendas e subemendas. Após a pausa, ficou definido em comum acordo que as proposituras seriam retiradas da Ordem do Dia, pela terceira vez desde a apresentação do PL nº 53 por parte da Prefeitura, para a elaboração de uma única emenda aglutinativa que contemple as definições das emendas e subemendas tratadas no dia.

A emenda aglutinativa e o projeto de Lei nº 53/2018 serão votados na 79ª Sessão Ordinária, prevista para próxima segunda-feira, 26.

Expediente

Na pauta do expediente foi apresentado um projeto de Lei, dois requerimentos, quatro moções e 11 indicações.

Explicação Pessoal

Sandro Rebecca (PDT) explicou o motivo de nova retirada da Ordem do Dia do projeto de concessão do transporte público. “Nossas conversas sobre o PL nº 53 tem sido muito produtivas, e por isso tivemos que retirar a matéria da pauta mais uma vez. Sei que isso gera grande expectativa à população, porém peço que tenham paciência, pois estamos trabalhando para aprovar a melhor propositura”.

Os problemas infraestruturais do CEI Emília motivaram o vereador Rodrigo Paixão (REDE) a cobrar melhorias urgentes na escola. “O CEI Emília voltou a apresentar problemas, como goteiras. Esse é um dos prédios públicos de Vinhedo que são muito mal feitos, economizaram na infraestrutura, mas não no investimento. A Prefeitura não consegue equacionar esses problemas, e mais uma vez os pais vieram me procurar. Espero realmente que a municipalidade pare de desprezar os profissionais e alunos do CEI Emília e promovam, o quanto antes, as reformas necessárias”.

Paulinho Palmeira (PV) comentou sobre o projeto Saúde da Família. “O projeto Saúde da Família vem ao encontro dos anseios de nossa sociedade, pois foca na prevenção. Estou ansioso para acompanhar o andamento desse novo projeto da saúde municipal, que pretende levar os médicos às residências, a fim de que esses profissionais conheçam as situações de nossas famílias e possam atender aqueles que não podem se deslocar até às unidades de saúde”.

Marcos Ferraz (PSD) destacou a importância do Dia da Consciência Negra. “Quantos brasileiros realmente param para refletir sobre a Consciência Negra. Já era vereador dessa Casa quando aprovamos a criação da data em nossa cidade, muito defendida pelo ex-vereador Rocha, hoje falecido. Na época dei todo apoio, e tivemos comemorações e homenagens a várias personalidades negras de destaque em Vinhedo. É preciso que desenvolvamos trabalhos de conscientização nas escolas, quanto à importância dessa data. No Brasil talvez tenhamos um racismo diferente do que vimos na Europa, porém ele existe sim e deve ser combatido”.

No mesmo tom, Edu Gelmi (MDB) relembrou a data. “Amanhã se comemora o Dia da Consciência Negra, lembrado por essa Casa através de Lei aprovada por unanimidade. Essa Lei foi criada por um negro, um grande amigo, já falecido, o ex-vereador Rocha. Ele teve a virtude de oferecer à vários vinhedenses a oportunidade de ter uma moradia, e tem, de fato, o nome marcado em nossa cidade, devendo ser lembrado junto a outras grandes personalidades negras de nossa cidade, como Dona Aurora do Sudário. Infelizmente ainda convivemos com a discriminação, mas isso deve ser punido”.

A fiscalização quanto à regularidade dos apartamentos da CDHU foi anunciada por Edson PC (PDT). “Informo às pessoas que foram sorteadas pela CDHU, que enviarei uma lista à Companhia para confirmar quais pessoas quitaram a moradia e quais as alugam sem haver quitado. Esse controle de irregularidade deveria ser feito pela Prefeitura, mas na falta eu mesmo fiscalizarei, para que possam corrigir o problema”.

Por fim, Carlos Florentino (PV) também fez menção ao Dia da Consciência Negra. “Sabemos que ainda existe muito preconceito no Brasil, e entendo que já passou da hora de darmos uma basta nessa situação. Deveríamos ter mais respeito ao próximo”.

Fonte: Comunicação Institucional CMV.

Últimas Notícias

Paulinho Palmeira solicita reparos urgentes em contenção do córrego Pinheirinholeia mais

Vereador Rubens Nunes visita Centro de Lazer da Vila João XXIII e cobra melhorias ao Secretário de Esportesleia mais

Presidente Edu Gelmi e vereadores recebem visita da Rainha e Princesas da Festa da Uva e do Vinho de Vinhedoleia mais

Com Edu Gelmi na presidência, nova mesa diretora da Câmara chefiará os trabalhos do Legislativo no biênio 2019/2020leia mais

Legislativo mantém serviços à população durante o período de recessoleia mais

Av. Dois de Abril, 78 - Centro -
Vinhedo/SP - CEP 13280-077


(19) 3826-7700


imprensa@camaravinhedo.sp.gov.br

Input Center Tecnologia