Câmara Municipal de Vinhedo

Flávia Bitar explica seu projeto da Procuradoria da Mulher

...

181126_79_Sessao_Ordinaria (124)

Durante a 79ª Sessão Ordinária, realizada nessa segunda-feira, 26, a vereadora Flávia Bitar (PDT) explicou detalhes de seu projeto para instituição de uma Procuradoria da Mulher em Vinhedo, e aproveitou a oportunidade para convidar a população a prestigiar as atividades da campanha 16 Dias de Ativismo, campanha mundial que em Vinhedo é capitaneada pelo Conselho Municipal dos Direitos da Mulher.

“Manteremos o nome do projeto como Procuradoria da Mulher, pois esse é o nome já adotado nesse projeto em outras cidades e na própria Alesp. Algumas alterações sugeridas ao projeto foram encaminhadas ao IBAM, que nos deram outras sugestões. Basicamente o projeto seguirá como originalmente apresentado, cujo objetivo é oferecer um canal oficial de atendimento às mulheres de nossa cidade que sofram algum tipo de discriminação ou violência”, afirmou

A Procuradoria não necessariamente precisa ser composta apenas por mulheres, porém dará preferência às mulheres.

O primeiro evento para discussão sobre o projeto deverá acontecer nas próximas duas semanas, e contará com um representante do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, com a secretária de Assistência Social Claudinéia Vendemiatti Serafim, representantes da Guarda Municipal, do Ministério Público e do Judiciário.

“A Câmara se tornará um ponto para denúncia por parte das mulheres, e peço para o próximo presidente dessa Casa que possamos elaborar uma cartilha de conscientização quanto à importância do combate à violência contra a mulher, para que seja distribuída nas escolas da rede municipal”, explicou.

Flávia Bitar ainda sugere a adoção de um protocolo de atendimento junto à Secretaria de Assistência Social, para esclarecer quais os passos que a mulher vítima de violência ou outras formas de abuso tem que seguir para um atendimento acolhedor.

“Também precisamos fazer valer a Lei do Minuto Seguinte, que faz valer a palavra da mulher diante do SUS. A mulher que sofreu abuso sexual deve ser atendida imediatamente, de forma multidisciplinar, ao informar em hospitais com atendimento do SUS o seu caso”.

O objetivo da parlamentar é reunir a questão da Assistência Social, com o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, a Procuradoria da Mulher, OAB, Promotoria e Delegacia da Mulher.

“No ano que vem com toda certeza já teremos números dos bons resultados dessa Procuradoria. Esse é um projeto para a cidade”, concluiu.

 

 

 

 


Fonte: Gabinete da vereadora Flávia Bitar (PDT)

 

Últimas Notícias

Proposituras de Rubens Nunes para melhorias em segurança no trânsito na Av. Castelo Branco são realizadasleia mais

Geraldinho Cangussú ressalta importância da Festa do Milho e diz que no futuro pode ser pensar em parcerias com entidadesleia mais

CPI da Associação Reencontro realiza 1ª oitiva de testemunhasleia mais

Votação de pareceres contrários a projetos de Lei movimenta 88ª Sessão Ordinárialeia mais

Edu Gelmi solicita projeto emergencial para resolver o problema da Rua João Edueta, importante via do municípioleia mais

Av. Dois de Abril, 78 - Centro -
Vinhedo/SP - CEP 13280-077


(19) 3826-7700


imprensa@camaravinhedo.sp.gov.br

Input Center Tecnologia