Câmara Municipal de Vinhedo

Comissão dos Medicamentos aprova relatório final, com propostas e encaminhamentos

Comissão havia sido instituída para fiscalizar o descarte de medicamentos vencidos por parte da Prefeitura

No início da 55ª Sessão Ordinária, realizada nessa segunda-feira, 07, foi lido em plenário o relatório final da Comissão de Assuntos Relevantes dos Medicamentos, instituída para fiscalizar o descarte e falta de medicamentos na rede pública, e seu presidente, Rodrigo Paixão (REDE), dedicou parte de seu discurso para tratar do tema.

“Foi um relatório muito interessante, totalmente institucional, que não saiu nem com a cara da oposição nem da banca posicionista. Enviamos uma preliminar ao secretário Alexandre Viola, corrigimos e ajustamos de acordo com a resposta do secretário e então concluímos. Apresentamos críticas e reconhecemos vários pontos que avançaram também, acredito que o relatório contribui na reflexão e cobrança sobre o tema”, explicou.

A comissão também é composta pelo relator Sandro Rebecca (PDT), e pelos membros Márcio Melle (PMN), Marcos Ferraz (PSD), Paulinho Palmeira (PV), Rubens Nunes (PMDB) e Rui “Macaxeira” (PSB)

O relatório

O relatório final da Comissão foi lido durante a sessão, e nele se destacam as conclusões, que apontam um aumento na relação de medicamento faltantes de 2017 para 2018; e conhecimento da Secretaria de Saúde sobre a forma como era realizada o descarte de medicamentos, que ficavam armazenados na Santa Casa.

Ao final do relatório ainda constam 10 propostas e solicitações à Prefeitura para regularização do trato de medicamentos, quais sejam:

  1. Abastecimento imediato das farmácias municipais, garantindo a devida assistência farmacêutica para a população;
  2. Cumprir o que foi compromissado com a Promotoria de Justiça e iniciar os procedimentos que garantam a implementação do POP e do PGRSS;
  3. Acatar e cumprir a recomendação 06/2014 da Procuradoria Federal, que corresponde à emissão de certidão aos usuários do SUS justificando a falta do medicamento solicitado;
  4. Manter uma lista dos medicamentos, com fácil acesso, no portal da internet da Prefeitura, com atualização mensal, contendo quantidade em estoque, valor da compra e data de vencimento;
  5. Esclarecer como foram descartados os medicamentos vencidos desde 2013 e que não estavam estocados na Santa Casa;
  6. Demonstrar qual a destinação dos medicamentos que estavam irregularmente estocados na Santa Casa. Já existe uma auditoria em curso.
  7. Cumprir a RDC 306/04, da ANVISA, que prevê coleta especializada e destinação final adequada de resíduos de saúde, que no momento estão na Unidade de Apoio da Nova Vinhedo;
  8. Solucionar os problemas apontados pelo Conselho Regional de Farmácia;
  9. Garantir controle especial para psicotrópicos, entorpecentes e outros medicamentos que possuem controles específicos;
  10. Instaurar procedimento interno para averiguar responsabilidades em relação ao desperdício de recursos públicos apontado pelo Conselho Regional de Farmácia (CRF);
  11. Manter farmácias abertas em horários que sejam compatíveis com a demanda da população, com farmacêuticos presentes no período integral.

A íntegra do relatório ainda será disponibilizada à população.


Fonte: Gabinete do Vereador Rodrigo Paixão (REDE)

Últimas Notícias

Câmara reprova parecer de inconstitucionalidade ao projeto de Lei nº 58/2018leia mais

Sandro Rebecca apresenta aplicativo Bustimeleia mais

Nil Ramos solicita ampliação do Morando Legal para outros bairros de Vinhedoleia mais

Rodrigo Paixão explica nova retirada do projeto que autoriza Prefeitura a contratar nova concessionária de transporte públicoleia mais

Geraldinho Cangussú solicita regularização de lombada e recuo da faixa de pedestresleia mais

Av. Dois de Abril, 78 - Centro -
Vinhedo/SP - CEP 13280-077


(19) 3826-7700


imprensa@camaravinhedo.sp.gov.br

Input Center Tecnologia