Câmara Municipal de Vinhedo

Vereadores discutem requerimentos em sessão breve

Câmara reprova requerimentos solicitando discriminação de empresas e ONGs que prestam serviços à Prefeitura

A 21ª Sessão Ordinária, realizada nessa segunda-feira, 26, não teve nenhuma propositura na Ordem do Dia para votação, deixando o pleito exclusivamente para tratar de requerimentos e moções, que são apreciados ainda na fase de expediente.

Dos três requerimentos constantes na pauta apenas um foi o aprovado, o de nº 87/2017, de autoria dos vereadores Rodrigo Paixão (REDE) e Edson PC (PDT), que cobra da Sanebavi informações sobre os kits para análise da água encontrados vencidos na autarquia, como preço, quantos testes deixaram de ser realizados, e até mesmo se foram realizadas análises entre os anos de 2010 e 2015, já que no final desse período a Sanebavi ficou sem bomba de vácuo.

O segundo requerimento, de nº 88/2017, de autoria de Edson PC, foi o mais debatido. Com 7 votos contrários frente a 5 favoráveis o pedido de informações referentes às empresas terceirizadas que prestam serviço à Prefeitura foi reprovado.

Os vereadores contrários ao requerimento alegaram problemas no pedido. “O vereador parte legítima para solicitar informações à Prefeitura, porém não cabe ao parlamentar solicitar informações de terceiros, de pessoas jurídicas privadas. Não vejo como aprovarmos um pedido de informações à Prefeitura a respeito de terceiros”, enfatizou Marcos Ferraz (PSD)

O autor do requerimento, Edson PC, justificou que o pedido tem relevante interesse público. “Uma de nossas funções é fiscalizar a aplicação dos recursos públicos, portanto, se empresas terceirizadas recebem dinheiro público cabe a nós, parlamentares, fiscalizar esses repasses. Se a empresa não quer ser fiscalizada por essa Casa não aceite dinheiro público”.

Rodrigo Paixão também defendeu o requerimento. “Quando uma empresa recebe verba pública, usa espaço público ou mesmo utiliza a mão de obra de servidores públicos me parece razoável pedir a prestação de contas. Cabe à controladoria da Prefeitura resolver o questionário, buscar as informações junto ao terceirizado ou mesma definir até que ponto pode responder o requerimento. Não cabe à Câmara avaliar a legalidade do requerimento”.

Paulinho Palmeira (PV), contrário ao requerimento, questionou  as perguntas. “Uma das perguntas do requerimento é quanto a relação de parentesco entre funcionários das empresas terceirizadas, o que nada mais é que um pedido sobre a estrutura funcional das empresas, o que não diz respeito à essa Casa. Se o pedido se ativesse apenas a relação entra a Prefeitura e as empresas eu concordaria, mas não é exatamente o caso”.

O último requerimento (nº 89/2017), também de autoria de Edson PC, foi reprovado pelo mesmo número de votos do pleito anterior, 7  contrários frente a 5 favoráveis. O requerimento nº 89 é semelhante ao de nº 89, porém voltado às Organizações não Governamentais (ONG) que prestam serviço à Prefeitura.

Além dos três requerimentos, a pauta do expediente da 20ª Sessão apresentou um projeto de Lei, uma emenda supressiva ao PL nº 26 (LDO), seis moções modificativas ao mesmo projeto, sete moções e 24 indicações.

Explicação Pessoal

Flávia Bitar (PV) abriu a fase de discurso alertando a população sobre o surto de leishmaniose na região. A leishmaniose  é uma doença infecciosa causada por parasitas que atacam o homem e os animais. “Já tivemos 25 casos, registrados na cidade de Valinhos, nossa vizinha, e há uma polêmica muito grande sobre o que deve ser feito com os animais contaminados com a doença. Essa doença não tem cura, então o animal precisa ser tratado durante toda a vida ou eutanasiado. A Secretaria de Saúde tem se prevenido, já que a cidade ainda não registrou nenhum caso, e recomenda que os donos procurem o veterinário quando perceberem que seus cães emagreceram repentinamente, apresentam lesões de pele, crescimento exagerado das unhas e descamação nas orelhas”.

O 1º Secretário da Câmara, Edu Gelmi (PMDB), criticou sugestão da Prefeitura em encaminhar a Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO) sem anexos. “Nós vereadores nos reunirmos para debater a proposta, e dessa conversa saiu mais um documento da Prefeitura esclarecendo alguns aspectos da Lei, como a falta de anexo, que a municipalidade pretende encaminhar junto com o Plano Plurianual (PPA), o que é um absurdo. Em cinco mandatos essa é a primeira vez que vejo a barbárie de nos apresentarem uma LDO sem anexos. Como os vereadores podem emendar os anexos e aprovar o projeto se a Prefeitura sequer os encaminha. Não dá para esperarmos os anexos juntos com o PPA, a LDO precisa ser aprovada já, antes do recesso parlamentar”.

Carlos Florentino (PV), 2º secretário, reforçou que os vereadores procurarão o Executivo para definir o que será feito em relação aos anexos da LDO. “Conversaremos com a Prefeitura para tratar desse tema, e acredito que teremos uma resposta adequada”.

Os eventos da última semana foram tema de Sandro Rebecca (PDT), como o II Fórum sobre a Fazenda Cachoeira. “O professor doutor Cândido Malta em tão pouco tempo pode nos agraciar com muita informação e conhecimento no Fórum da Fazenda Cachoeira”.

O presidente da Câmara, vereador Nil Ramos (PSDB), convidou a população a prestigiar o evento de lançamento da revista City’s Book de Vinhedo, um material bilíngüe  voltado ao setor empresarial que apresenta dados e características de Vinhedo a fim de atrair novos vereadores à cidade. “O evento acontece nessa terça-feira, às 10 horas, e contribui para a atração de empresas à nossa cidade, que fomentam o desenvolvimento e a arrecadação”.

 

** Clique aqui para ver os vídeos da 21ª Sessão Ordinária.

 


Fonte: Comunicação Institucional da Câmara Municipal de Vinhedo

Últimas Notícias

Câmara rejeita relatórios da Comissão Processante e processo é arquivadoleia mais

Permissão para abertura de pequeno comércio em áreas de interesse social é tema de Nil Ramosleia mais

Vereadores se reúnem com Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência para tratar da implantação de serviço especializado de transporte na cidadeleia mais

Vereador Paulinho Palmeira destaca campanha Novembro Azulleia mais

Edu Gelmi explica necessidade de alterações ao projeto de Lei que trata da nova concessão do serviço de transporte públicoleia mais

Av. Dois de Abril, 78 - Centro -
Vinhedo/SP - CEP 13280-077


(19) 3826-7700


imprensa@camaravinhedo.sp.gov.br

Input Center Tecnologia