Câmara Municipal de Vinhedo

Rodrigo Paixão vota contra Consórcio Intermunicipal de Saúde por falta de comprometimento da Prefeitura

Para o vereador a administração municipal não adotou as medidas necessárias para adequada implantação do consórcio

171211_41_Sessao_Ordinaria (166)

O projeto de Lei nº 77/2017, que ratifica o protocolo de intenções e autoriza o ingresso do Município de Vinhedo no VIVA – Consórcio Intermunicipal de Saúde Vinhedo, Itatiba e Valinhos foi uma das proposituras discutidas na 41ª Sessão Ordinária, a última do ano, realizada nessa segunda-feira, 11. O projeto foi aprovado em 1ª discussão por oito votos, recebendo a negativa de Rodrigo Paixão (REDE) e outros três vereadores, por entenderem que a municipalidade não adotou as medidas necessárias para adequada implantação do consórcio, como a promoção do diálogo com servidores e Conselho Municipal de Saúde, e o envio do planejamento estratégico à Câmara.

“Já subi nessa tribuna para defender o consórcio, por entender que é uma ideia positiva, no entanto, para variar, o governo municipal não fez os procedimentos que devem ser feitos. A rede municipal sequer sabe o que está ocorrendo em relação ao consórcio e a pauta não foi apresentada ao Conselho Municipal de Saúde. Esse projeto votado hoje autoriza o ingresso do município no consórcio, porém eu quero garantir que esse ingresso seja feito de forma planejada. Em reunião da municipalidade com os vereadores, nos foi compromissado que enviariam à Câmara o planejamento estratégico, o que não ocorreu”, afirmou o vereador da REDE.

Por não ter sido aprovado de forma unânime, o projeto deverá passar por uma segunda discussão para aprovação definitiva ou rejeição.

“Por não cumprir com requisitos básicos, por mais uma vez a municipalidade não permitir o debate com a categoria interessada, voto contra o projeto. In dubio pro societate”, concluiu.

O parlamentar ainda afirmou que o município tem investido em propaganda a fim de passar a imagem de uma saúde em boas condições na cidade, o que não é verdade, visto os inúmeros problemas registrados no ano na assistência farmacêutica, problemas infraestruturais no PAMDa, corte de horários e de equipes no atendimento em geral, fechamento do CER Bela Vista, redução do atendimento do CAPS, fechamento da UPA, aumento nos casos de suicídio entre outros problemas.


Fonte: Gabinete do Vereador Rodrigo Paixão (REDE)

Últimas Notícias

Conselho de Desenvolvimento da RMC indicará representantes para Câmara Temática da Causa Animal, proposta de Flávia Bitarleia mais

Valdir Barreto aponta falhas e sugere melhorias para o CAPSleia mais

Edu Gelmi questiona falta de professor em escola da rede municipal de Educaçãoleia mais

Alunos da escola Sant’Anna International School participam de programa “Conheça a Câmara”leia mais

Rubens Nunes e Geraldinho Cangussú conhecem atendimento prestado pela Carreta da Mamografialeia mais

Av. Dois de Abril, 78 - Centro -
Vinhedo/SP - CEP 13280-077


(19) 3826-7700


imprensa@camaravinhedo.sp.gov.br

Input Center Tecnologia